sexta-feira, outubro 26, 2012

Dick Farney

Se há um artista no Brasil que merecia ser mais reconhecido, esse artista é o carioca Farnésio Dutra (1921 – 1987), tido como o primeiro jazzista brasileiro. Claro que com um nome desses jamais poderia tocar jazz (ou qualquer outro tipo de música, convenhamos), daí ter optado por algo mais sonoro, Dick Farney. Era o tempo dos cassinos no Brasil, onde suas apresentações ao vivo viriam a preencher o vazio existente para os apreciadores da música americana.

Coincidindo com a proibição dos cassinos no Brasil, em 1946, Dick Farney foi para os EUA com um contrato para 52 semanas para participação em um programa de rádio na NBC. E não é que deu certo? Logo ganhou dois horários exclusivamente seus na rádio e ainda gravou novidades como Tenderly. Enquanto isso, no Brasil, a gravadora Continental ia lançando a contagotas algumas músicas que ele havia gravado antes de viajar, como Copacabana e Marina.

Apesar de todo seu sucesso por lá, retornou ao Brasil em 1948 sem dar maiores explicações, ou, pelo menos, ninguém levou muito a sério quando ele disse que “não me adaptei à comida” ou “estava com saudades da minha mãe”.

Pianista de primeira qualidade, possuia um toque sutil e foi um grande improvisador. Era também um cantor romântico e sua voz era a sua assinatura. Cantava suave, como se sussurrasse no ouvido da namorada, o que era radicalmente diferente da forma como os demais cantores românticos de então o faziam. Fez parte, sem dúvida, do embrião da Bossa Nova que surgiria alguns anos depois e da qual seria um dos seus grandes intérpretes.

Nas décadas de 60 e 70 excursionou por diversos países e comandou alguns programas de televisão no Brasil, além de ser proprietário de duas boates em São Paulo. Nos seus últimos anos de vida passou a dedicar-se também à pintura.

Dick Farney. Esse nome não pode ser esquecido.





3 Musicólatras Comentaram:

Daniel Faria disse...

muito bom o post. E valeu por postar Edison. Pena que ninguem se animou a tocar o Musicólatras de novo né. Desanima essas coisas.

Edison Junior disse...

Sempre em frente, Daniel, sempre em frente! Escrever sobre algo que a gente gosta, pelo menos nos dá prazer. Vamos ver até onde vai.

Fanzine Episódio Cultural disse...

“ENCONTRO COM A ACADEMIA”

A Academia Machadense de Letras realizará durante suas reuniões, o “Encontro com a Academia”.
Este acontecimento tem como objetivo, a interação e divulgação das manifestações culturais, através de debates com membros da nossa cidade e região.

Contatos:
Carlos Roberto de Souza
machadocultural@gmail.com
(35) 3295-6106
(35) 8833-9255


Você gostaria deter seu texto (poema, conto, prosa, ensaio, matérias de cultura em geral, biografias de bandas, artesanato, turismo, artes plásticas, saúde, vida, sociedade...etc) no blog FANZINE EPISÓDIO CULTURAL?
Envie seu texto com uma foto sua ou uma imagem relacionada ao texto para machadocultural@gmail.com

Acesse o blog:
HTTP://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com