sexta-feira, dezembro 09, 2011

Última palavra em som para carros!

Recebi um e-mail essa semana com uma curiosidade que vale a pena ser reproduzida.

Na década de 50 ainda não havia muitos carros com rádio. Além disso, as opções de emissoras não eram tão grandes quanto as de hoje. Em casa pelo menos tinha-se a opção de colocar um disco na vitrola e ouvir a música que se quisesse. No carro, porém, a única opção era o motor do carro.

Em 1956, um criativo americano chamado Peter Goldmak inventou um modelo do toca-discos para ser utilizado em automóveis! Geralmente ficava embaixo do porta-luvas e tocava apenas compactos simples, o que chamamos em português hoje de single. Na década de 60 alguns desses modelos aportaram no Brasil.

Fico imaginando nas nossas estradas esburacadas como devia portar-se o toca-discos. Devia ser um horror! Sem contar que a cada música tinha-se que trocar ou virar o disco. Quantos acidentes não deve ter causado. E tem gente que reclama que só cabem 200 a 300 músicas em um pequeno mp3 player…

Confira alguns dos modelos vendidos na época.

0102030504060708091011



2 Musicólatras Comentaram:

Emmanuella disse...

E devia ser caríííssimo

Daniel disse...

GENIAL isso rsrs...

Na época deveria custar muuuuito. Uma bela invenção rs...