segunda-feira, setembro 05, 2011

Freddie Mercury - 65 anos



Hoje é aniversário de Freddie Mercury, um dos maiores cantores que já passaram por esse planeta, e se não fosse sua morte trágica, faria 65 anos e provavelmente estaria nos palcos comemorando.

Vocalista da banda Queen, uma das mais importantes dos anos 70 e 80, dono de uma poderosa voz Freddie é dono de uma das maiores apresentações do mundo do rock, no concerto Live Aid, cantou e tocou para 72 mil pessoas. 

Só quem viveu os anos 80 para saber o peso e a importância que essa banda tinha no cenário mundial do rock, foram mais de 100 milhões de álbuns vendidos no mundo inteiro. 

Who wants to live forever 



Freddie Mercury nasceu em Zanzibar, uma ilha próxima à costa leste da África, em 5 de setembro de 1946, tendo sido batizado como Farokh Bulsara. 

Aos 17 anos, Freddie e a sua família, mudaram-se para Inglaterra, após terem de fugir de Zanzibar por questões de segurança, aproveitando que seu pai era um funcionário da embaixada inglesa 

Quis o destino que Freddie conhecesse o baixista Tim Satffell, seu colega de quarto no Ealing College of Art, quando cursava ilustração gráfica, Tim tinha uma banda chamada Smile, e tinha entre seus integrantes Brian May e Roger Taylor.

Freddie costumava assistir e participar dos ensaios, e isso fez com que ele quisesse participar de uma banda de rock, daí pra frente participou de bandas como Ibex, Sour Milk Sea, mas quando Tim largou a formação do Smile para formar outra banda, Freddie se uniu aos integrantes Brian e Roger, e mudaram o nome da banda para Queen. 



Ainda nos anos 70 Freddie conheceu Mary Austin, com quem se relacionou por 5 anos, e depois do rompimento continuaram amigos, sendo que a música Love of my Life é uma homenagem à ela.



Achei pela net algumas curiosidades sobre Freddie Mercury :


  • Morreu no mesmo dia que o baterista da banda Kiss, Eric Carr.
  • Reza a história que os Queen jamais viajavam juntos de avião. Os quatro integrantes viajavam de dois em dois em aviões separados, porque assim, se o avião caísse, a banda poderia continuar com os outros dois integrantes.
  • John Deacon, baixista da banda, era muito próximo de Freddie, tendo dividido várias composições de sucesso com o cantor. Em homenagem ao amigo decidiu retirar-se do mundo da música após o final dos Queen. 
  • O muro todo pintado e repleto de pixações de homenagens de fãs do mundo inteiro que aparece no vídeo "Champions Of The World" é da casa de Freddie.
  • Fã assumido de Freddie, Akira Toriyama, o criador do anime Dragon Ball, fez o professor de baseball de Gohan em homenagem a Freddie

Como não se emocionar com Love of My Life cantado por milhares de brasileiros no Rock in Rio ??? Infelizmente eu só tinha 11 anos de idade, quem sabe no plano espiritual ainda não consigo assistir um pocket show ?

Parabéns Freddie, mas o show tem que continuar.














4 Musicólatras Comentaram:

Edison Junior disse...

Bela homenagem!

Daniel disse...

Bom vocalista, mais ainda prefiro Bruce Dickinson..rs

vladimir disse...

Fredie Mercury simplismente unico
23 de setembro de 2011 19:47

cidaviscone disse...

Hoje eu penso que, tudo que for escrito, falado ou contado sobre o músico fantástico ,que foi Freddie Mercury ainda é muito pouco pra poder definí-lo.
Sou fã de Freddie desde que eu tinha 14 anos, hoje tenho 56. Colecionei quase tudo o que sonhei colecionar sobre o Queen e especialmente sobre Freddie, inclusive participei do Fã Clube Oficial criado por eles.
Não dá pra definir Freddie e eu assisti emocionada e quase sem folego o primeiro Show do Queen no Brasil no Estádio do Morumbi em São Paulo em uma Sexta Feira encantada. Ao meu redor( no gramado)artistas Globais, como Regina Duarte, bem mais baixa do que eu e outros. Eu confesso que nem tomei conhecimento dos mesmos, porque era impossível desviar os olhos da figura fantástica que era Freddie no palco. Jamais esquecerei este dia. E eu ainda tive a sorte de vê-los saindo do estádio, imaginem!!!!, em um carro da polícia e no meio do canteiro central, eu fiquei alguns minutos tonta, ao vê-los todos tão de perto e em ver o aceno de mão e um beijo jogado para mim. Simplesmente inexplicável. Infelizmente o Queen morreu junto com o Freddie, porque ninguém jamais poderá substituí-lo, não se pode substituir o insubstituível.Só lamento que minha máquina fotográfica não era das melhores, mas registrei os momentos melhores.