quinta-feira, março 24, 2011

Al Di Meola


Al Di Meola nasceu em New Jersey em 1954 , aos 17 anos ingressou na famosa Berklee College of Music em Boston e aos 20 anos entrou para a super banda de Chick Corea, a famosa Return to Forever ficando na formação até o fim da banda em 1976, tocando com Corea, Stanley Clarke e Lenny White.

Al Di Meola dedicou-se à vários estilos, principalmente com a música latina, sendo considerado por 4x o melhor guitarrista da conceituada revista Guitar Player, somando 3 discos de ouro, mais de 5 milhões de cds vendidos no mundo todo.

Nos últimos 30 anos vem sendo reconhecido como um compositor e respeitado artista, tocando com grandes feras da música principalmente em trios como Stanley Clarke e Jean-Luc Ponty, e John McLaughlin e Paco De Lucia.

Race With The Devil on a Spanish Highway


Meola se transformou em um pioneiro da World Music, trazendo em seus álbuns composições que misturavam o flamenco, harmonias orientais e muita música latina.

Em 2008 participou de uma turnê com o Return to Forever gravando com esses shows 2 cds e 1 dvd ao vivo em Montreux.

Com sua banda New World Sinfonia parte para uma turnê na Europa e Oriente Médio, com Peo Afonsi no violão, Fausto Beccalossi no acordeão, Pedro Kaszas na percussão, Gumbi Ortiz na percussão e Victor Miranda no baixo.

Em entrevistas Meola sempre diz que seus ídolos na guitarra são Tal Farlow e Kenny Burrell, e mais tarde descobriu Larry Coryell sendo uma das grandes influências em sua carreira.

Al di Meola Larry Coryell - Spain


Em 1976 lança Land of the Midnight Sun, com um time de músicos de 1° categoria como o baixista Jaco Pastorius, o baterista Lenny White e Mingo Lewis na percussão.

Em 1980, Meola se reuniu com mais 2 guitarristas sensacionais Paco de Lucia e John McLaughlin, na gravação de estréia na Columbia Records, Friday Night em San Francisco, tornou-se uma gravação histórica que superou a marca de dois milhões de discos vendidos.

Mediterranean Sundance Friday Night in San Francisco


Os três saíram em turnê de 1980 a 1983, lançando o álbum Passion, Grace & Fire em 1982.

Em 1995, eles reuniram-se para uma terceira gravação, Guitar Trio, seguido de outra turnê mundial.

No início de 1996, Di Meola formou um novo trio com o violinista Jean-Luc Ponty e Stanley Clarke
chamado The Rite of Strings.

Em seguida, ele gravou com Luciano Pavarotti, Paul Simon e Dave Matthews, violonista clássico Manuel Barrueco e pianista de jazz japonês Yutaka Kobayashi.

Ao longo de sua carreira, Di Meola também trabalhou e gravou com Phil Collins, Carlos Santana, Steve Winwood, Wayne Shorter, Tony Williams, Herbie Hancock, Gonzalo Rubalcaba, Milton Nascimento, Egberto Gismonti, Stevie Wonder, Jimmy Page, Steve Vai, Frank Zappa e outros.

Discografia

  • Live in London
  • Splendido Hotel/Electric Rendevous
  • Land of the Midnight Sun
  • Elegant Gypsy
  • Mediterranean Sundance Race With Devil on Spanish Highway
  • Casino
  • Splendido Hotel
  • Friday Night in San Francisco
  • Electric Rendezvous
  • Tour de Force: Live
  • Scenario
  • Cielo e Terra
  • Soaring Through a Dream
  • Tirami Su
  • Di Meola Plays Piazzolla
  • World Sinfonia
  • Kiss My Axe
  • Heart of the Immigrants
  • Orange and Blue
  • The Infinite Desire
  • Winter Nights
  • The Grande Passion: World Sinfonia
  • Flesh on Flesh
  • Cosmopolitan Life
  • Vocal Rendezvous
  • Consequence of Chaos
  • Diabolic Inventions and Seduction for Solo Guitar, Vol. 1: Music of Astor Piazzolla
  • Live in London
  • He and Carmen
  • Live At North Sea Jazz Festival
  • One Night In Montreal Jazz Hour
  • Pursuit of Radical Rhapsody
Tive a honra de conhecê-lo pessoalmente quando trabalhava na Fnac Pinheiros, participando do pocket-show onde ele tocou 4 músicas acompanhado de Gumbi Ortiz, consegui que ele autografasse 3 cds, e posso dizer sem dúvida nenhuma que ele está na minha lista de melhores guitarristas do Universo.

Apreciem sem moderação.

Marcello Lopes.

P.S: Parabéns Manu pelo aniversário, que você tenha décadas de boa música junto com os musicólatras.



3 Musicólatras Comentaram:

Edison Junior disse...

Marcello, esse álbum Passion, Grace & Fire foi um dos primeiros CDs que eu comprei. Nessa época eu ainda tinha dúvida se migrava para o CD ou continuava com os vinis. Ótimo post, Di Meola é fera"

P.S. Parabéns, Manu! Felicidades mil aí pras bandas de Rio Verde! Bjs.

Daniel disse...

Conheço muito pouco do Al Di Meola. O primeiro álbum dele que eu ouvi foi uma coletânea da Folha de SP, na época do Classicos do Jazz, mas não me agradou muito não. Depois procurei outro álbum e me indicaram o "Land of the Midnight Sun" (1976) e dias atrás encontrei o novo álbum dele "Pursuit of Radical Rhapsody".

Apesar de achar ele um excelente guitarrista, principalmente por ele mesclar vários gêneros e faz isso com muita competência, não incluo ele na lista dos meus guitarristas favoritos não.

Abraço

Emmanuella Conte disse...

Pode chegar com 3 anos e meio de atraso pra agradecer?! hahahahahahahah