sexta-feira, dezembro 03, 2010

Luiz Gonzaga Junior

Carioca, nascido em 1945, o filho do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, construiu uma carreira própria dentro da música. Formado em Economia, foi participante do grupo que dominou os festivais universitários de música no final dos anos 60, principalmente como autor de músicas de protesto. Foi um dos músicos mais perseguidos pela censura, ao lado de Chico Buarque, Taiguara e Vandré. Passada essa agitada época, Gonzaguinha como era conhecido, passou a compor outro tipo de música, com letras extensas, mas agressivas e sofridas, que focalizavam conflitos amorosos, quase sempre irremediáveis, mas às vezes amenizados pela possibilidade de um recomeço, como é o caso da primeira música aí embaixo. Gonzaguinha morreu em um acidente de automóvel, em 1991.

Começaria tudo outra vez – por Maria Bethania, uma de suas maiores intérpretes


Lindo lago do amor


Eu apenas queria que você soubesse



Explode coração


O que é, o que é – Viver e não ter a vergonha de ser feliz!

Texto baseado no livro A Canção no Tempo – Vol. 2, de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello, 5ª edição, 2006 - Editora 34

Um ótimo final de semana, caros Musicólatras!



1 Musicólatras Comentaram:

Daniel disse...

Conheci um pouco da obra do Gonzaguinha por causa do filho dele, Daniel Gonzaga.

Na época vi o Daniel no SporTV e depois ouvi os cds, inclusive o atual cd dele é uma homenagem ao pai, muito bom por sinal.

Só depois que eu fui ouvir as músicas na versão original, gostei muito.

Abraço