domingo, outubro 03, 2010

Wes Montgomery


Quando o jazz estava em seu início, os guitarristas eram relegados para as seções rítmicas dos conjuntos até que Charles Christian mudasse por completo esse conceito no início dos anos 40. Christian foi duplamente pioneiro: tanto no uso da guitarra amplificada no jazz como na função de solista nos combos de Goodman e do Mintons.

Wes Montgomery nasceu em Indianápolis no dia 06 de março de 1923 e cresceu em Columbus, Ohio, se encaminhando para a guitarra após ouvir os solos de Christian. Seis anos após a prematura morte de Christian, Wes Montgomery iniciou sua carreira profissional tocando nos bares de Indianápolis, até receber o convite para tocar na orquestra de Lionel Hampton.

Depois de tocar com Hampton por dois anos, Wes retornou a Indianápolis e trabalhou como operário numa montadora de rádio. Mas durante a noite ele tocava das nove às duas da madrugada no Turf Bar, e quando tinha tempo, dava uma canja de duas horas no Missile Room, para notívagos e boêmios.

Após seis anos dessa dose dupla de vida, sua sorte e sina mudaram: junto com os irmãos Buddy e Monk formaram o Trio Mastersounds, que acabou se transformando no The Montgomery Bros.
Apesar de um começo promissor, sua ascensão só se deu nos 60, quando começou a gravar no selo Riverside do grande produtor de jazz, Orrin Keepnews.

Após a falência da Riverside, Wes gravou na Verve, tocando num estilo jazzpop para capitalizar as mudanças no mundo musical e ao ir para o selo A&M a sua produção se orientou muito para o lado comercial. Wes veio a falecer no dia 15 dejunho de 1968, aos 45 anos.

O estilo de Wes Montgomery não era totalmente original: o uso das oitavas duplas pertencia ao guitarrista belga e flamenco, Django Reinhardt. Mas, por outro lado, Wes tinha em sua bagagem uma nova harmonia, um toque especial com o polegar.





1 Musicólatras Comentaram:

Edison Junior disse...

Que alento ouvir Wes Montgomery em uma tarde chuvosa de domingo.