terça-feira, outubro 12, 2010

Baixistas: Marcus Miller

Na primeira postagem sobre baixistas, eu contei um pouco da minha história, da tentativa de aprender a tocar contrabaixo e citei o Steve Harris (Iron Maiden) como sendo um dos meus baixistas favoritos. Na época eu ouvia muito heavy metal e logicamente meu interesse era voltado apenas para esse gênero musical.

Quando comecei a ter os primeiros contatos com o Jazz, tratei de ouvir alguns baixistas e o primeiro da lista foi Marcus Miller. Nas primeiras audições notei toda a diferença, se antes me impressionava pela velocidade e precisão de Steve Harris, passei a admirar a técnica apurada e a maneira com que Marcus Miller tocava e tratava seu contrabaixo. Claro que em meio a tudo isso, o meu maior problema era em relação ao Jazz Fusion, estilo que eu não curtia na época. Porém ao persistir e continuar ouvindo o som do Marcus Miller, minha visão em relação a essa vertente do jazz mudou completamente.

Marcus Miller nasceu dia 14 de Junho de 1959 em Nova Iorque, ele é um compositor e músico de jazz, apesar de ser conhecimento como contrabaixista, Miller tocou vários outros instrumentos, no inicio estudou e foi treinado para ser clarinetista, com o tempo aprendeu a tocar clarinete baixo, teclado, saxofone, guitarra e também é um excelente cantor.

Ao longo da carreira, Miller já tocou com grandes músicos, entre eles: Miles Davis (1980-1990), David Sanborn (saxofonista americano) (1975-2000) e Bee Gees (1987), Frank Sinatra, Mariah Carey e até Djavan.

Miller também tem uma contribuição e tanto na digamos “história” do contrabaixo, ele abriu o caminho no desenvolvimento de uma técnica chamada de "slapping". Sua habilidade no baixo "fretless" (sem trastes) levou o instrumento para contextos musicais previamente inexplorados com qualquer tipo de baixo elétrico, além do mais Marcus Miller nunca escondeu sua admiração e sua influência do baixista Jaco Pastorius. No inicio da carreira Miller era acusado de imitar demais o estilo do Pastorius, inegavelmente uma influência que era, e ainda é, enorme. O baixista também coleciona uma imensa discografia, com álbuns excelentes gravados em estúdio e ao vivo.
E uma curiosidade sobre o Marcus Miller que eu não poderia deixar de falar, para quem já assistiu o seriado “Todo Mundo Odeia o Chris” e ouviu aqueles grooves de baixo na trilha sonora, fique sabendo que o responsável por isso é Marcus Miller. Ele também fez uma participação no episódio “Todo Mundo Odeia os Dj’s”, onde ele próprio aparece tocando contrabaixo.

Bom em relação ao Miller é isso, espero que tenham gostado. Confira os vídeos postados abaixo. Boa Audição !

Marcus Miller - "Blast"


Marcus Miller - "Nikki's Groove" (DVD Master of All Trades)


Marcus Miller - "So What" (DVD Marcus Master Of All Trades)


Marcus Miller "3 Deuces" (Live in Montreal)



4 Musicólatras Comentaram:

Edison Junior disse...

Conhecia muito pouco sobre o Marcus Miller, só de ouvir falar mesmo. Gostei do post. O cara é fera!

Daniel disse...

Que bom que gostou.

Ele toca demais !!!

Sem falar que manja muuuuuuito da técnica de slap, os álbuns dele são todos excelentes, bem funkeado.

No Jazz e Rock tem alguns álbuns dele para download.

Abraço

Marcello disse...

Ele é fera mesmo.

Tenho alguns cds dele e sempre cito seu nome como referência, mesmo pq ele tocou com grandes nomes do Jazz, como Miles....

Ótimo post Daniel.

Artur Barz disse...

Alem de ser um baixista fodido, ele tbm valoriza os instrumentos de sopro...

Solos de sax e gaita...Eh uma coisa q eu sinto falta no metal...
Algumas musicas do genero ficariam mais interessantes...Imagine vc ser supreendido por um solo de sax no meio de uma musica crua e extrema...No metal extremo vc nao espera ouvir um solo de sax ou gaita...Eh sempre um solo de guitarra...

Meu sonho eh ouvir, numa mesma musica, um solo de bateria, sax, gaita, gaita de fole, guitarra, guitarra flamenca, baixo, e violino. A "You shook me" - a versao do led - chegou perto deste objetivo com um solo fodido de gaita e guitarra...Para aquela musica ficasse melhor, podia ter o solo de bateria e baixo...Em outras palavras, o q eu queria mesmo eh ouvir solo de todos os instrumentos.