terça-feira, junho 29, 2010

O Conto do Velho Marinheiro

Letras bem elaboradas estão em extinção, pelo menos é o que dá para perceber pelo nível que vivenciamos hoje. Claro que não se pode generalizar, pois ainda existe uma infinidade de bons músicos que prezam por uma letra de qualidade, cada um abordando o tema de sua preferência. Durante a nossa “caminhada musical”, seja ela como músico ou ouvinte, passamos por fases em que a letra não importa muito e por outras onde a letra é essencial. Não que a música instrumental seja ruim, pelo contrário, mais uma música que apresenta uma letra bem elaborada, é fascinante.

Sem mais delongas, hoje vou apresentar uma letra do Iron Maiden, escrita pelo baixista Steve Harris, para no álbum “Powerslave” (1984). A música foi baseada no poema “The Rime of The Ancient Mariner” do escritor inglês Samuel Taylor Coleridge, escrito em 1798 e que marcou o início da Literatura romântica na Inglaterra. Essa música é uma das mais bem elaboradas do Iron Maiden, com exatos 13:39 minutos e se destaca pelo excelente instrumental e claro pela letra.

A obra relata eventos sobrenaturais vivenciados por um marinheiro durante uma longa viagem pelo mar. O marinheiro para um homem a caminho de uma cerimônia de casamento e começa a relatar sua história. A reação do convidado da cerimônia transforma-se de impaciência à fascinação com o desenrolar da história contada pelo marinheiro.

A sua história sobre uma jornada que ele fez a bordo do seu barco. Apesar de tudo ocorrer bem no início, o barco é desviado do seu caminho durante uma tempestade e, direcionando-se ao sul, próximo da Antártica. Um albatroz aparece e guia os tripulantes para fora da Antártica. Apesar da ajuda do pássaro e do carinho que a tripulação agora tinha por ele, o marinheiro atira e mata o animal. Os outros estão irados com o marinheiro, por acharem que o albatroz havia trazido os ventos que os levaram para fora da Antártica. Entretanto, mudaram sua opinião quanto o clima se tornou mais agradável e o nevoeiro se dissipou. O crime despertou a ira dos espíritos sobrenaturais, que então passaram a perseguir o barco "a partir da terra do nevoeiro e da neve". O vento que inicialmente os levou para fora da terra da neve agora os havia levado para águas calmas. Agora eles estavam há dias parados, sem vento, e o estoque de suprimentos estava acabando.

A tripulação muda de idéia novamente, e culpa o marinheiro por sua sede ("água por todos os lados, nem uma gota para beber"). O barco então encontra um barco fantasma pelo caminho. À bordo estão "A Morte" (um esqueleto) e "O Pesadelo da Vida na Morte" (uma mulher pálida tal como morta), ambos jogando dados apostando as almas da tripulação. Eventualmente "A Morte" ganha a vida da tripulação e "A Vida na Morte" ganha a vida do marinheiro, um prêmio que ela considera mais valioso. Seu nome é um indício do destino do marinheiro: uma vida pior que a morte como punição por ter matado o albatroz.

Um a um, toda a tripulação morre, restando apenas o marinheiro, que vê por sete dias e noites a maldição nos olhos dos cadáveres de sua tripulação. Enquanto o marinheiro reza, o albatroz cai de seu ombro. Eis que, possuídos por bons espíritos, os corpos da tripulação levantam-se e guiam o barco para casa novamente, por fim afundando em um redemoinho. O único que não afunda com o barco é o marinheiro, que é avistado por um eremita na terra. Este, com a ajuda de um homem e seu filho, vai ao encontro do marinheiro em um barco. A princípio eles pensam que o marinheiro está morto, mas quando este passa a ajudar a remar o barco, seu filho se diverte com a situação dizendo que o demônio sabe remar. Como pena por ter atirado no albatroz, o marinheiro é forçado a andar pelo mundo para contar sua história, e transmitir sua lição para quem encontrar pelo caminho.

Eu queria postar o poema e a letra na integra para vocês. Só que por ser muito extenso, upei o arquivo PDF do poema para download e coloquei o link da letra/tradução para vocês.

"The Rime Of The Ancient Mariner" (Poema): Clique Aqui p/ Baixar (PDF)

Letra e Tradução da música: Clique Aqui

Segue o vídeo da música "The Rime Of The Ancient Mariner" tocada ao vivo durante a "Somewhere Back in Time World Tour" em 2009.





Fontes: Wikipédia e Scribd



3 Musicólatras Comentaram:

Edison Junior disse...

Fantástico!

Derek Szabó disse...

A música é perfeita.

Tive o prazer de ver ao vivo na Somewhere in Back tour. Inesquecível

UP THE IRONS!

Daniel disse...

O que eu acho mais impressionante, é a capacidade do Bruce em guardar toda essa letra..rs.

Eu não fui no show, mais curto muito ver a formação atual da Donzela tocando essa música ao vivo. E claro não podemos esquecer da apresentação no "Live After Death" (85), aquilo foi memorável.