sexta-feira, abril 02, 2010

Chama o ladrão!

julinho-da-adelaide1Em maio de 1995, a Rádio USP FM apresentou uma entrevista com Julinho da Adelaide, compositor de músicas como Acorda Amor (“chama o ladrão”) e Jorge Maravilha (“você não gosta de mim, mas sua filha gosta”). Essa entrevista foi ao ar no programa Memória, apresentado por Milton Parron, e eu tive a boa ideia de gravar em fita cassete.

Julinho da Adelaide era o pseudônimo utilizado por Chico Buarque no início dos anos 70, quando a censura tava brava pro lado dele. Na verdade, tava brava pro lado de todo mundo, mas a partir de um certo momento, a censura passou a podar simplesmente TODAS as músicas do Chico, e Julinho da Adelaide foi a figura que ele criou para burlar essa perseguição. Passou ileso pela censura com músicas que jamais passariam sob o nome de Chico Buarque e ainda por cima deu uma bela gozada da cara dos censores.

Essa entrevista com o “Julinho”, gravada em 1974, foi feita por Mário Prata e Melchiades Cunha Junior e publicada no jornal Última Hora, em São Paulo. Obviamente, o áudio não foi divulgado na época, mas mesmo assim, pouco tempo depois, desvendou-se a identidade do compositor e a brincadeira acabou.

A duração total do programa é de mais de 1 hora, mas vale a pena. A entrevista é muito engraçada e é um retrato colorido de tempos em branco e preto.


Apresentação




Entrevista - parte 1


Entrevista - parte 2


Entrevista - parte 3


Entrevista - parte 4
: Essa última foi com o Chico mesmo, 18 anos depois, falando sobre o Julinho da Adelaide.


Encerramento



Quem quiser ouvir na íntegra a música mais famosa de Julinho da Adelaide, clica aí em baixo e chama o ladrão!


Para baixar o áudio da entrevista, é só clicar nos links a seguir: Apresentação, Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4, Encerramento. Se preferir a transcrição da entrevista na íntegra, clique aqui

Bom, o Chico não cabe num post só. Outro dia tem mais.



2 Musicólatras Comentaram:

Rafhael Vaz disse...

Hahah, que bacana!! Dessa eu não sabia. Dps vou procurar ouvir toda a entrevista.

Abraço!!

Daniel disse...

Eu ainda não ouvi a entrevista, mais vou ouvir assim que tiver um tempo.

Mais em relação a história é muito engraçada e sem falar que foi uma jogada de mestre do Chico e que deu certo.

Abraço